BEN-HUR 50 ANOS DE ESTRÉIA!

by

 

ben-hur-2-1024

Não é todo dia que é possível ver em um filme milhares de personagens, sem que estes sejam repetitivos ou evidentes cópias digitais.

Se formos transformar em números Bem-Hur é: 100.000 figurinos. 8.000 extras, 300 sets de filmagem e 11 Oscars ( a mesma quantidade que Titanic e Retorno do Rei).

Considerado o maior épico Bíblico de todos os tempos, a película tem como estrela principal nada menos que Charlton Heston, que traz uma presença física e moral irrepreensível na pele de Judah Ben-Hur, um judeu de família nobre na Palestina.

Benhur O filme, máximo expoente de um cinema artesanal já extinto, rendeu um Oscar de melhor ator a Heston e de ator coadjuvante a Hugh Griffith, além de ter recebido o prêmio pelas categorias de melhor filme, melhor diretor, melhor direção artística a cores, melhor fotografia, melhor figurino a cores, melhores efeitos especiais, melhor montagem, melhor trilha sonora e melhor som.

Também foi o primeiro remake de um filme que manteve, ou melhor, melhorou muito uma produção (existem dois outros Ben-Hur, ambos mudos: um curta de 15 minutos de duração filmado em 1907 e outra versão de 1925, dirigida por Fred Niblo – a ganhar a estatueta dourada de melhor filme).

Os 212 minutos do filme foram gravados em sua maioria, durante nove meses, nos estúdios Cinecittà, em Roma, e uma das cenas mais famosas da história do cinema – a corrida de bigas que provoca a derrota de Messala, amigo de infância de Judah Ben-Hur – foi filmada em três meses. Esta cena foi muito copiada e satirizada ( cena que uma lâmina na roda da biga tenta destruir a roda do adversário), até no pica-pau (desenho) teve esta cena.

O sucesso do filme salvou da quebra os estúdios da Metro-Goldwyn-Mayer, que arriscaram a investir na produção um valor recorde na época – de US$ 15 milhões -, que terminou por faturar cinco vezes esse total, e muito mais até hoje.

A trilha sonora foi composta pelo húngaro Miklos Rozsa e a fotografia de Robert Surtees fizeram o resto,

Hoje em dia, parece impossível imaginar outro ator com o rosto de Ben-Hur, mas a MGM ofereceu o papel a Paul Newman, Burt Lancaster e Rock Hudson.

640x480Todos rejeitaram a oferta. Newman porque não conseguia se imaginar  em uma túnica, Lancaster porque era ateu e não queria ajudar a promover a Cristandade, e Hudson quase aceitou, até que seu agente chamou sua atenção ao subtexto homossexual na relação entre Ben-Hur e Messala, o que poderia pôr sua carreira em risco. E pode ter certeza que se arrependeram muito, mas muito mesmo.

O leitor se pergunta, “mas o filme é muito antigo”, sim antigo, porém imperdível, imagina se hoje em dia, se poderia reunir esse números de pessoas? Seria impossível e inviável.

Concluindo, assista a película, não por ser modinha de 50 anos de produção, mas sim para aumentar seu acervo e conhecimento cinéfilo, pois a experiência vale a pena, se não achar nas locadoras, com certeza acha nessas lojas populares por um preço menos que uns 15 reais.

Curiosidades:

  • Gore Vidal declarou certa vez que o roteiro original previa um relacionamento homossexual entre Ben-Hur e Messala. Como o diretor Wyler sabia que Heston nunca aceitaria interpretar um personagem assim, Vidal sugeriu contar apenas a Stephen Boyd (Messala) sobre esse relacionamento — o que pode ser notado nas interpretações de Ben-Hur e Messala.
  • – A MGM queria que um autêntico barco romano fosse utilizado nas cenas de batalha. Para tanto, contratou um engenheiro que se dedicava à arquitetura romana. Quando ele apresentou o design do barco aos engenheiros da MGM, estes disseram que o barco afundaria, pois era muito pesado. Ainda assim o barco foi construído e, ao ser colocado no oceano, inicialmente flutuou. Porém uma pequena onda foi suficiente para afundar a embarcação. Por causa disso, as cenas foram rodadas em um gigantesco tanque, com cabos prendendo o barco ao tanque.
  • – Após a construção do tanque, era preciso dar à água (que estava marrom-escura) o tom azul-mediterrâneo necessário para que as cenas parecessem reais. Foi utilizado um composto químico que realmente azulou a água, mas também formou sobre ela uma crosta, que precisou ser toda retirada do tanque por operários da MGM.
  • – Durante as filmagens no tanque, um dos figurantes caiu na água e lá ficou por muito tempo. Ao sair, ele estava totalmente azul, e teve seu salário pago pela MGM até sua pele voltar ao normal.
  • – Só a construção da arena para a corrida de quadrigas (na Cinecittà, em Roma) custou um milhão de dólares. Nessa seqüência – dirigida em 94 dias por Andrew Marton, Mario Soldati e Yakima Canutt, especialista em cenas de perigo –, utilizaram-se cinco câmeras, oito mil figurantes e 76 cavalos.
  • – Para a entrada dos corredores, o diretor de fotografia Robert Surtees usou uma grua de mais de trinta metros de altura: o espectador vê as quadrigas desfilando na pista como se sobrevoasse a arena. O efeito é realçado pela utilização do processo cinematográfico Camera 65, um aperfeiçoamento do CinemaScope.
  • – Apesar de na Itália haver cavalos brancos, os quatro que foram utilizados nas filmagens vieram da Tchecoslováquia, trazidos na primeira classe de um avião fretado e que teve seus assentos retirados.
  • – O estádio confeccionado para Ben-Hur seguiu detalhes do que fora utilizado na versão de 1926.
  • – Após as filmagens, os cenários de Ben-Hur foram todos destruídos por ordem de Sam Zimbalist, que temia que eles fossem utilizados em produções italianas menores.
  • – Miklós Rózsa compôs a trilha sonora de Ben-Hur em oito semanas.

Tags: , ,

4 Respostas to “BEN-HUR 50 ANOS DE ESTRÉIA!”

  1. naga Says:

    Esse é o maior filme epico para muitos!

  2. José Says:

    Olá,

    Um filme a ver de vez em quando, pois é um grande clássico.

  3. Flavio Says:

    FILME MUITO %#@%$# !!!
    UM DOS MELHORES DO MUNDO …

  4. acompanhantes Says:

    ja vi este filme na globo de madrugada
    foi o unico que valeu apena ver 2 vezes
    e otimo mesmo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: